Texto de aluno da Escola Gesse Inácio emociona professores e banca no XVI Concurso da UNIMED

O texto do aluno Erick (6º Ano), emocionou professores da escola Gesse Inácio e a Banca que realizou a seleção do XVI Concurso da UNIMED. Tendo como tema: Paradesporto e […]

O texto do aluno Erick (6º Ano), emocionou professores da escola Gesse Inácio e a Banca que realizou a seleção do XVI Concurso da UNIMED. Tendo como tema: Paradesporto e Cooperação. O texto de Erick é na verdade um exemplo de Esforço e superação.

Veja texto na integra abaixo:

 O sonho de uma vida

Eu me chamo Erick tenho 11 anos, nasci com paralisia cerebral, deficiência física nas pernas e ando com dificuldade, com ajuda de muletas. Comecei a estudar com 4 anos na escola regular. Tinha muito medo e muita vergonha de que os meus colegas rissem de mim. Por isso, sempre ficava no meu cantinho na hora do recreio. Quando eu saia da escola eu queria brincar na rua como qualquer criança, mas voltava para casa triste, porque todos que passavam me chamavam de doente.

WhatsApp-Image-20160608

 Foto 1: Erick, com a sua cuidadora Selma. Exemplo de superação todos os dias

O tempo foi passando, eu fui crescendo e aprendendo a conviver com minha deficiência. Deixei a timidez de lado e fui fazendo vários amigos. Nesse período eu fiz uma cirurgia para melhorar minhas pernas que nasceram grudadas e logo depois muitas sessões de fisioterapia. Eu não gostava muito, mas para melhorar, eu tinha que fazer. Meus pais sempre do meu lado, me dando muito carinho, isso foi super importante para mim.

WhatsApp-Image-20160608 (1)

Foto2: Erick, em dos seus momento de descontração na escola Gesse Inácio

Nesse tempo eu mudei de escola e lá foi ainda mais difícil pois ninguém me ajudava, até alguns professores me chamavam de “burro”, doente, desinteressado, como se eu não quisesse aprender. Era o que eu mais queria da vida: “Aprender a ler, escrever para fazer uma faculdade, conseguir um bom emprego para ajudar meus pais”. Esse tempo foi muito difícil e triste.

Slide1
Hoje estou no 6º Ano, mudei de escola e conheci novas pessoas. Tenho professores maravilhosos que me ajudam e uma professora[1] que me auxilia. Quer saber mais? Estou aprendendo a ler e faço esse texto com ajuda da minha professora. Fiquei super feliz ao ver um vídeo aqui na escola de pessoas com dificuldades praticando esportes, portadoras de necessidade especial até mesmo mais grave que a a minha, daí me motivou ainda mais a conquistar meus sonhos: ler melhor, escrever, andar de bicicleta e nadar. Eu quero isso.

WhatsApp-Image-20160622

Foto 5: Erick, recebe homenagem – premiação – pelo seu texto

Então, por favor, não me olhem com pena, nem me chamem disso ou daquilo. Todos somos capazes cada um com sua limitação. Como diz a professora, tenho que confiar mais em mim, estou aprendendo isso. E sei que posso chegar onde eu quiser.

 

 

[1] A professora a qual o aluno refere-se no texto é a cuidadora Selma. Ambos aparecem em foto. A professora que trabalhou com o projeto – XVI Concurso da UNIMED – foi a professora Greice, que ministra a disciplina de Língua Portuguesa. O texto de Erick, não pode concorrer com os demais, pois foi transcrito pela cuidadora.

 

About André Almeida Santos